Download!Download Point responsive WP Theme for FREE!

Como Fazer Arranjos de Flores para Casamento

O casamento é um momento muito importante na vida de qualquer pessoa, por isso, todos os detalhes são fundamentais para que ele seja perfeito. A decoração da cerimônia, na igreja, é uma parte indispensável do seu investimento e é preciso estar bem atenta ao tipo de flor quer você irá escolher para fazer os arranjos de flores para casamento.

Como criar convite de casamento para imprimir
Música para casamento de cerimônia evangélica
Cinco passos para organizar casamento civil

Uma dica é optar pelas flores da estação, dessa maneira você encontrará flores mais bonitas, em maior abundância e em um preço reduzido. Uma das maneiras mais simples de montar um arranjo é escolher um recipiente de vidro, que hoje em dia está se optando mais pelos formatos quadrados e retangulares, mas que deve ser do tamanho que melhor combine com o ambiente do seu casamento.

Como Fazer Arranjos de Flores para Casamento

Se você for optar por recipientes mais estreito e compridos, escolher flores que se adaptem a essa estrutura é a melhor ideia. Cabos compridos e com o caule mais resistente são a opção mais adequada, flores como rosas, orquídeas, callas e lírios são as que mais se adaptam e que ficam mais bonitas nesse tipo de vaso.

Caso o vaso de vidro seja um recipiente mais baixo, com a boca larga, flores volumosas e com o cabo curto deverão ser as escolhidas. Nesse sentido as melhores opções são gérberas e flores do campo. Abaixo o site Plugando separou as flores e as respectivas épocas do ano que estão disponíveis, acompanhe:

Janeiro – antúrio, áster, boca de leão, cáspia, orquídea, cravina e lisiantus.

Fevereiro – angélica, áster, cáspia, orquídea e gladíolo.

Março – angélica, áster, cáspia, catléia, margarida e orquídeas.

Abril – angélica, gipsufila (mosquitinho), gladíolo e strelitzia.

Maio – áster, cravina, cravo, crisântemo, cymbidium, gipsufila, gladíolo, rosa, strelitzia e tango.

Junho – angélica, cymbidium, strelitzia e tulipa.

Julho – angélica, cymbidium, goivo e tulipa.

Agosto – copo-de-leite, girassol, goivo, íris, ocindium e tulipa.

Setembro – copo-de-leite, estátice, frésia, girassol, goivo, íris e ocindium.

Outubro – agapanto, áster, copo-de-leite, dália, estátice, frésia, gladíolo, girassol, lírio branco e tango.

Novembro – antúrio, áster, boca-de-leão, cáspia, copo-de-leite, crisântemo, dália, gérbera, gipsufila, girassol, lírio branco, lisiantus, rosa e tango.

Dezembro – antúrio, áster, boca-de-leão, cáspia, cravina, crisântemo, dália, gérbera, gipsufila, girassol, lírio branco, lisiantus, rosa e tango.

Postar Comentários

Comentários

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *